sábado, 26 de setembro de 2015

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Dinâmicas em defesa e ataque - Wolfsburg vs Schalke

Subjacente aos desenhos tácticos devem existir sempre princípios que o regem e dinâmicas que o transformam para a equipa jogar o jogo (passe o pleonasmo).

Olhando para o Wolfsburg vs Schalke podem ser vistas 2 situações: 1 defensiva, 1 ofensiva. Estas 2 situações acontecem no mesmo momento do jogo, o primeiro golo do Wolfsburg.

1. Defesa do Schalke

Em 4-4-2 (ou 4-4-1-1), ainda que com algum deficiente controlo da largura, é bem executado e como se pode ver tem até incutido o recuo dos extremos para acompanhar a subida dos laterais.

Lat. Esq. do Wolfsburg subiu, Ext. Dir. do Schalke recua para a linha defensiva
Do outro lado, Lat. Dir. recuado, Ext. Esq. na linha dos médios
 Para referência, o mesmo a acontecer no SCP vs CSKA
Lat Dir do CSKA avançou (não está na imagem), Ext Esq do Sporting na linha defensiva
Lat Esq do CSKA mais recuado, Ext Dir do Sporting na linha dos médios

Quando é que surge o golo do Wolfsburg?
Lat Dir procura a profundidade, Ext Esq do Schalke não baixou.
Do central, a bola entra no extremo que está em posição interior.
Extremo joga no lateral que cruza (quase) sem oposição.
2. Ataque do Wolfsburg

Porque é que surge o erro do Extremo Esquerdo?
Até então, o que acontecia com o Wolfsburg em posse era similar à imagem que se segue

football formations
4x2 na zona da bola, sem dinâmica para aproveitamento da superioridade
6x8 na frente, sem condições para a bola entrar
Basicamente o que estava a acontecer era posse de bola entre os centrais e os médios, eventualmente alguma bola para um lateral que voltava aos 4 de trás e passe de longo. Recuperação e tudo de novo...

No golo: um dos médios sobe e fica 3x2 na bola, 7x8 no resto do campo. Mantém a superioridade na zona da bola, equilibra um pouco mais na frente.
E neste caso até se aproxima mais de 3x1 na bola, pois o 2ºAV está deslocado do lance
Mais interessante do que o "novo" posicionamento do médio, é a dinâmica que é criada.
Volto a esta imagem:
Bola no central do outro lado. Sem oposição, dribla "atacando" a linha do meio-campo.
Provoca o erro no extremo do Schalke que não sabe se deve ser ele a sair à bola e fica estático.
Depois de provocado o primeiro erro, surge o aproveitamento da situação de desorganização.
Repetindo: bola entrou no extremo que estava numa posição interior;
Extremo sem pressão roda e entrega no lateral com espaço.
Bola na área, 4x3, golo.



De tudo isto, importa perceber a importância das dinâmicas, sejam defensivas ou ofensivas. Perceber que os erros aumentam se forem provocados e que a superioridade numérica é a principal arma no futebol de topo.

quinta-feira, 30 de julho de 2015

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Euro 2015 Sub19 @ Grécia - Jogadores a rever

Não passa de uma lista de jogadores que me chamaram a atenção durante o mais recente Euro Sub19 realizado na Grécia. (Sem ordem)

Frenkie de Jong


Frenkie de Jong - MD/MC - Holanda (Willem II)
Lucas Tousart - MD - França (Valenciennes)
Olivier Kemen - MD/MC - França (Newcastle - ING)
Neal Maupay - PL/SA/EX - França (Nice)
Mouctar Diakhaby - DC - França (Lyon)
Alexis Blin - MD/DC - França (Toulouse)
Samed Kilic - MO/MC - França (Auxerre)
Lucas Hernandez - DE - França (Atl. Madrid - ESP)
Dani Ceballos - MO/MC - Espanha (Bétis)
Marcos Asensio - EX/MO/PL - Espanha (Real Madrid)
Denis Yakuba - DE - Rússia (Kuban Krasnodar)
Ramil Shedayev - PL - Rússia (Zenit)
Aleksandr Golovin - MO/MC - Rússia (CSKA Moscovo)
Georgi Melkadze - MO/MC - Rússia (Spartak Moscovo)
Leroy Sané - MO/EX - Alemanha (Schalke)
Sascha Horvath - MC/MO - Aústria (Sturm Graz)
Viktor Kovalenko - MO/EX - Ucrânia (Shakhtar Donetsk)
Oleksandr Zinchenko - MC/MO/EX - Ucrânia (Ufa - RUS)
Nikolas Vergos - PL - Grécia (Olympiacos)